Seguro de automóveis

Tirando dúvidas sobre Seguro de automóveis Vi que no contrato fala sobre sinistro. Mas o que é isso?

Sinistro é qualquer tipo de evento que cause perda financeira a seguradora como, por exemplo, um acidente ou um objeto que caiu no veículo e o amassou. Quando isso ocorre, o segurando deve tomar as providencias necessárias a fim de que tudo corra bem e, assim, possa receber a indenização.

Por isso, é importante que se tenha o número da central de atendimento da empresa responsável pelo seguro do carro. Deixa-lo em um local fácil de acessar como no porta-luvas, adesivo ou celular para que, ao acontecer o sinistro, os serviços de assistências sejam chamados mais rapidamente.

Seguro de mercadorias
Seguros de mercadorias transportadas

Como é calculado o preço do seguro?

As seguradoras calculam esse valor levando em consideração diversas informações que o próprio segurado passar ao preencher o questionário de perfil do motorista. Assim, elas conseguem avaliar qual é o risco de acontecer um sinistro e também levam em consideração o ano de fabricação do veículo, o seu modelo, os itens que foram escolhidos para a sua cobertura, região por onde o carro trafega, se há outras pessoais que dirigem o veículo entre outras informações.

Para calcular o valor do seguro é feita uma soma de todas essas informações e um ajuste no preço que a seguradora realiza de acordo com o perfil de seu cliente e tem-se o valor do prêmio.

cnh

Não entendi o que é esse prêmio. Esse é o valor que eu vou receber?

Na verdade, o prêmio é um valor que você, consumidor, terá de pagar a seguradora para que o seu veículo seja segurado e, assim, ter direito ao seguro. Para chegar a esse valor a seguradora leva em consideração diversos dados estatísticos que as ajuda a entender onde ocorrem mais roubos, qual a porcentagem de homens e mulheres que batem seus veículos entre tantas outras coisas. É a partir daí que elas calculam o valor do prêmio. Quanto maior é o risco maior será o prêmio.

Em quais situações eu tenho direito a indenização integral?

Para que o segurado receba a indenização integral é preciso que o automóvel tenha sofrido um sinistro cujos prejuízos atinjam ou ultrapassem 75% (de acordo com o que está estipulado na apólice, ou seja, essa porcentagem pode ser inferior) do valor que o segurado contratou. Por exemplo, o veículo capotou na via e os danos provocados nesse capotamento atingiram a porcentagem que foi estipulada na apólice de seguro ou ultrapassou. Nos casos que ocorreu furto ou roubo do veículo também é possível receber a indenização integral desde que ele não seja recuperado.

O que devo fazer para receber a indenização integral?

Quando ocorre o sinistro o segurado deve avisar a seguradora imediatamente, preencher o formulário e apresentar toda a documentação que está definida nas condições gerais do seguro.

Avariei o meu carro. Posso leva-lo a uma oficina de minha escolha ou sou obrigado a leva-lo onde a seguradora indica?

Nos casos em que o veículo sofre alguns danos materiais e o segurado deseje conserta-lo em uma oficina de sua preferência a seguradora não pode impedir. Ela até possui sua rede credenciada, no entanto, ela não tem o direito de impor a sua vontade.

Mas para que o segurado receba a indenização parcial por avarias ele deve comunicar a empresa seguradora, preencher o formulário, levar o automóvel a oficina escolhida e aguardar a autorização prévia da seguradora para que os reparos sejam efetuados.

seguro de caminhão e carros
seguro para caminhoes e autos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *